O QUE É UM CONTRATO DE VESTING?

O QUE É UM CONTRATO DE VESTING?

O QUE É UM CONTRATO DE VESTING?

Um dos grandes problemas, se não o maior, dos novos empreendedores é a composição do seu time. Exemplo comum nas #startups é o convite de determinada pessoa, pelo empreendedor, para uma função que o produto e/ou serviço idealizado, ou já em outra fase, possui carência, como por exemplo, um programador. Contudo, não raro, na ânsia de colocar sua ideia para “rodar”, ou com receio de acréscimo de custos, o empreendedor, ao chamar alguém para seu time, em troca de participação societária, não só não realiza qualquer ato de gestão para verificar realmente a convergência de interesses, como também, não faz qualquer instrumento jurídico para sua proteção.
Na maioria dos casos, isso gera uma dependência porque o “terceiro” é o principal “executor” da tarefa, se ele sair não há que desenvolva o software, por exemplo.
Outro caso interessante é se o “profissional” chamado não entrega e nem executa as tarefas colocadas e sai do projeto para desenvolver outra atividade, pouco tempo depois a startup traciona e valoriza e o minoritário passa a exigir sua porcentagem.
Nesse sentido, o contrato de vesting visa proteger esses aspectos, oferecendo ao membro da equipe chamado pelo empreendedor uma futura participação societária, desde que cumpridas determinadas condições em um determinado período. 

#vesting #smartvalueinvestments #startup#advisetalks

Rodolfo Luiz Bressan Spigai.